QuemSomos

Nosso trabalho é dedicado aos animais de rua, àqueles que foram abandonados à própria sorte.

Ele consiste nos seguintes passos:

  • Identificação da colônia animal;
  • Conscientização da comunidade;
  • Castração, tratamento, alimentação; e devolução à colônia.
  • Resgate dos animais desadaptados à colônia e filhotes que correm perigo de vida pra o programa de adoção.
  • Adoção Responsável

Na cidade do Rio de Janeiro, especialmente, os animais que vivem na rua e desenvolvem laços de proteção com uma ou mais pessoas da comunidade, são protegidos por lei, que lhes garante permanência na localidade em que se encontram.

Estes animais (na maioria gatos), após tratados e esterilizados por médicos veterinários, recebem autorização para permanecer no local onde se encontram na comunidade, com protetores locais ajudando na sua manutenção.

Este procedimento, conhecido como CED (Captura, Esterilização e Devolução) é um protocolo adotado por comunidades desenvolvidas e responsáveis, onde as colônias se tornam controladas e podem permanecer vivendo em paz.

Infelizmente nem sempre é possível, pois a intolerância e crueldade  ainda são marcas muito presentes nos humanos.

Muitos são retirados para uma possível adoção: filhotes, animais dóceis e amedrontados que já sofreram muito e demonstram enorme desejo de amar e de entregar afeto.

Caso você esteja preparado para viver os momentos mais incríveis que já imaginou na companhia de um felino…venha nos conhecer.

 Eu, Lilian Queiroz, e Cristina Palmer, fundadoras da OITOVIDAS sempre incluímos na história de nossas vidas, a luta pelo bem estar dos animais. De forma especial, a defesa dos animais de rua, que nas grandes cidades têm cada vez menos chance de sobreviver sozinhos.

Além dos cuidados diretos com os animais, que consomem grande parte do nosso tempo e recursos, desenvolvemos um trabalho junto às comunidades para que seus membros entendam que os animais têm tanto direito quanto os humanos a uma vida digna e sem sofrimento.

Na cidade do Rio de Janeiro, os animais que vivem nas ruas, chamados de “excedentes urbanos”, são protegidos por lei, que lhes garante proteção e permanência na localidade em que se encontram.

Dessa forma, procuramos conscientizar a população quanto ao papel dos animais numa comunidade, bem como os seus direitos, cuidados, importância da esterilização etc.

Através da educação e da informação, buscamos sensibilizar e reforçar os laços de união entre os humanos e esses animais.

O resultado tem sido muito bom e, depois de tratados e esterilizados, esses animais (na maioria gatos) recebem autorização para permanecer no local onde se encontram, com a comunidade ajudando na sua manutenção e controle.

Ou seja, a nossa luta é para manter as colônias em seu local de origem, controladas pela esterilização, buscando a doação dos filhotes, que sempre correm maior risco de vida, além da educação da população no que se refere ao respeito a todos os seres vivos do planeta, ao não abandono e à adoção e posse responsável.

O trabalho de Proteção Animal é um trabalho muito árduo, especialmente para as pessoas físicas que, como todos sabem, dependem unicamente dos seus próprios recursos financeiros. Depois de muito tempo enfrentando essa batalha, a ideia de criar uma ONG nasceu com a esperança de que possamos conseguir parcerias, ampliando, assim, nossas possibilidades de ação, oferecendo maiores oportunidades e qualidade de vida aos animais.

Recentemente, em 23 de dezembro de 2014, a OITO VIDAS foi declarada de utilidade pública municipal pelos serviços que presta à sociedade.

Estamos em busca de parcerias que viabilizem nossos projetos.

Entre em contato, conheça nossos projetos e necessidades!

Temos projetos educacionais, sociais e veterinários.

Necessitamos de parcerias que tornem viável a execução de cada um deles.

Se você possui uma empresa de produtos voltados ao mercado Pet, é médico veterinário, possui hotel ou hospedagem para animais, temos uma notícia muito importante para você: a proteção animal coloca três vezes mais novos consumidores no mercado do que os criadores.

Ou seja: Para cada animal comprado, três são adotados. Esta é uma estatística não oficial, mas estimamos que o número seja bem maior.

Portanto, aliar-se ao trabalho de proteção animal é um fator que confere à sua empresa um selo de responsabilidade social, extremamente valorizado nos dias de hoje pelos consumidores criteriosos.

Junte-se a nós…precisamos uns dos outros nessa cadeia em que cada elo tem que ser forte para manter a corrente unida e resistente. 

 

 Lilian Queiroz – Presidente
“Sou mineira, Odontopediatra, apaixonada pela minha profissão e por animais. Vivendo em uma cidade onde o abandono de animais é cruel e constante, senti que precisava abraçar esta causa. A luta por adoção responsável tornou-se uma meta. É um trabalho árduo e dispendioso, mas que trouxe para o meu coração a felicidade de poder ver de volta o brilho maravilhoso no olhar de cada animal acolhido.!

CristinaPalmer Cristina Palmer – Vice Presidente
“Sou uma advogada que ama os animais. Meu sonho é que um dia possamos fazer leis que protejam os animais por havermos nos conscientizado dos seus direitos, ao invés de sermos obrigados a nos conscientizar dos seus direitos por causa das leis.”

Equipe que chamamos “Coração da Oito Vidas”:


Foram os primeiros a  acreditar em nosso trabalho e a nos apoiar com amor, companheirismo, solidariedade e  alma.
Um apoio sem o qual a Oito Vidas não seria o que é.

Obrigada queridos! 

marcia-valente Marcia Valente – Revisões e criação de textos,  lar temporário e apoio
“A gente cresce acreditando e repetindo, ditados bobos e falsos, como o que diz que quando duas pessoas brigam muito : “brigam como cão e gato”…
Pura fantasia!!…mas só descobri este engano quando uma ninhada de bigodudos foi encontrada no telhado de uma casa vizinha, em obras.
Não sabemos o que aconteceu com a mãe, mas os pequenos miavam há dois dias e estávamos tentando descobrir de onde vinha aquele chorinho desesperado.
Até então, éramos os felizes tutores de uma pequena matilha de quatro caninos, um deles pesando modestos 42kg…!
Como pensar em ter gatos?
Mas como fingir que não vimos?
Sem saber cuidar de Gatinhos bebês, que mal abriam os olhos, o jeito foi apelar para a Oito Vidas!!
Lilian foi orientando pelo telefone tudo o que deveríamos fazer…
Como limpá-los, aquecê-los, alimentá-los, ensiná-los a fazer xixi e cocô…tudo nos mínimos detalhes, com uma incrível paciência e com a segurança de quem já salvou milhares em todos esses anos!!
Eles cresceram, encontraram lares, mas sobrou uma.
O que fazer com uma frajolinha doce e encantadora que não havia sido escolhida?
Os cachorros foram, então, apresentados a ela…o tempo foi passando e, a cada dia, nos encantávamos mais e mais…
Não percebemos logo, mas nosso coração já havia sido roubado…passou a ser impossível pensar nossa prole canina sem aquela bigoduda irresistível que batizamos de Laura.
Nossa primogênita Laurinha passou a brincar com os cães na maior naturalidade, sem perder, no entanto, sua majestade felina.
Hoje, são 15 bigodes e 5 orelhudos.
Todos convivem harmoniosamente e felizes.
Não sei de onde tiraram o tal ditado. Mas nossos queridos são a comprovação contrária dele.
Carismaticamente, Laura abriu o caminho para os outros bigodes, que foram chegando de resgates, “sobras” de lar temporário pedido à Oito Vidas, na qual passamos a ser voluntários…
Ah!! Mas aí já é outra história!!! :)”

heloisa-mendes Heloísa Mendes – Resposta a  e-mails, vendas, planilhas e eventos

alexandre-bastos Alexandre Bastos – Apoio na Administração e Logística

AparecidaNegreiros Aparecida Negreiros – Implantação de projetos em controle populacional de colônias

 

Veterinários Solidários:


eriane-vet Eriane Caminotto – Veterinária Oftamologista

helo-justen Heloísa Justen – Clínica e Cirurgia Geral especialista em felinos (Clínica Gatos & Gatos)


johmmy-rx Johnny – RX da Clínica Black Tie

pedropaulomotta Dr. Pedro Paulo Motta

 

Voluntários:


Nossos voluntários são muito importantes pra nós. São responsáveis por fornecer aquela dose de carinho que a rotina do nosso corrido dia-a-dia não permite e que nossos bigodudos tanto precisam.

Sentar no chão, cortar as unhas, brincar com bolinhas, limpar orelhinhas, acariciar o pelo, escovar, pegar no colo, dar aquela atenção especial … é tudo o que eles precisam e que, muitas vezes não é possível fazer com tantos para tratar e cuidar…

IMG-20151123-WA0001 Marcelo Turra, Fuba Turra e Zeca Turra

Muitas vezes a crueldade  nasce também da ponta de uma caneta, da omissão de autoridades ou de uma ordem arbitrária e ilegal.
Quando se trata de usar a lei para proteger os animais, a Oitovidas conta também com a experiência, generosidade e competência do Dr. Marcelo Turra: Advogado liberal , atuando nas áreas Cível, dos Direitos Fundamentais, dos Direitos dos Animais e da Saúde; Professor de Direito e coordenador do Núcleo de Prática Jurídica  da FACHA – Faculdades Integradas Hélio Alonso no Rio de Janeiro. Dr. Marcelo, sentimos muito mais segurança e confiança na nossa luta, contando com sua valiosa ajuda… passo-a-passo… pata-a-pata…

 

hallyne Halynne Luany – Carinho e Recreação

kenya Kenya Giacomini – Carinho e Recreação

camilla Camilla Fonseca Gama – Carinho e Promoção de Adoções para gatinhos especiais

 

Colaboradores:


Gilda Gilda Círio

danusa Danusa Ferreira Corrêa

fernandapinheiro Fernanda Pinheiro Costa Ferreira – Parceira no trabalho CED e promotora dos nossos produtos

 

Apoio com muito coração:


O nosso especial agradecimento e gratidão a essas meninas maravilhosas, competentes e super solidárias.

Zilda Mendes da Silva – Faxina, medicação e alimentação de filhotes e gatinhos doentes

LQS Consultório LQS odontopediatria – Zélia, Elizete, Bianca e Grácia – Atendentes do consultório LQS odontopediatria, que auxiliam imensamente fazendo todos os pagamentos aos nossos fornecedores, pesquisa de preços, cadastros, organização de pastas e docs que vão para o contador, e vendo o tamanho do nosso esforço fazem a maior torcida para que a Oito Vidas consiga parcerias e muitas adoções!

 

Funcionários:


mirian Mirian Cristina Cassiano

joao João Felipe Rosas

alcantara Roberto de Alcântara – Passeador de cachorros e apoio nas capturas e horas de sufoco

 

 

Empresas colaboradoras

Katz do Shopping da Gávea – vende nossos postais e nos repassa todo o dinheiro arrecadado.

Computer Hospital – assistência gratuita aos nossos computadores.

Convênio

EPJ- Escritório de Prática jurídica do Curso de Direito das Faculdades Integradas Hélio Alonso, com especial agradecimento ao Dr. Júlio Dornelles e Dr. Marcelo Turra pelo carinho e dedicação especiais à causa e solidariedade em muitos momentos de sufoco e ”nuvens negras”.